Criativando projeta ampliação dos negócios com rede de franquias

 

‘Somos o Uber das impressoras’, diz CSO da Criativando

‘O Uber das impressoras’ – essa foi a expressão que o Jonatham Tebaldi, sócio fundador e CSO da Criativando utilizou para resumir o estágio atual da empresa, a qual foi acelerada pela VENTIUR em 2017. A plataforma, que conecta arquitetos, decoradores e engenheiros a profissionais de design por meio de papéis de parede customizados, está em processo de expansão e adotou o sistema de franquias para alavancar seu crescimento de maneira exponencial.

A Criativando é a primeira fabricante de papel de parede em formato digital do Brasil e uma das poucas do mundo nesse segmento. A proposta de trabalhar no sistema de franquias está no radar da empresa desde sua criação, porém foi a pandemia do novo coronavírus que permitiu a consolidação definitiva do chamado ‘Módulo Home Office Criativando’, lembra Tebaldi. Logo no começo da disseminação da Covid-19, em março deste ano, com a adoção de medidas de isolamento social, surgiu o desafio de dar continuidade ao trabalho. Os primeiros 15 dias foram os mais difíceis para a empresa, pois era preciso definir as estratégias que iriam nortear as ações para os próximos meses.  “Olhamos para a empresa e percebemos que já tínhamos o modelo definido, pois independente da condição da loja parceira, aberta ou fechada, bastava apenas que o cliente estivesse conectado em nossa plataforma para que pudesse desenvolver seus produtos’, ressalta. 

A partir daí o modelo foi apresentado ao mercado com novos argumentos de venda e adaptados à condição atual da pandemia como: ‘Loja fechada? Venda Papéis de Parede da sua casa! Personalize, crie, revenda…tudo isso em sua casa!’ Todo esse movimento, o qual apresentou uma alternativa às restrições impostas pela quarentena, atraiu rapidamente centenas de interessados – cerca de 800 apenas em um dia e de maneira orgânica – e impulsionou o crescimento do negócio em 30% nos três meses seguintes. Era o começo da pandemia e as empresas precisavam criar rapidamente estratégias eficazes para enfrentar o cenário negativo que já estava batendo a sua porta. De maneira simples e usual, a plataforma conecta a loja do cliente a milhares de profissionais do País por meio de geolocalização. Além disso, a empresa também oferece treinamento gratuito aos clientes e parceiros, como forma de tornar a experiência ainda mais satisfatória para o usuário.

Estruturando o modelo de franquias

Porém com o aumento da demanda, houve também o acúmulo de trabalho e para garantir a qualidade no serviço, incluindo os prazos de entrega, a Criativando precisou encontrar novas alternativas – momento em que surgiu o modelo de franquias. Com o auxílio do Sebrae RS foi estruturado o plano de franquias – e em dois meses, no dia 2 de agosto foi lançada a franqueadora da Criativando. Logo no primeiro mês foram vendidas 11 franquias e no mês seguinte outras seis em diversas regiões do País, em especial no Sudeste. Destas, 13 já estão em processo de implantação.

‘Continuamos sendo um fabricante de papel de parede de alto padrão. Temos 13 fábricas no país e não temos nenhuma impressora, assim como a Uber que não tem carros, mas trabalha com parceiros’, salienta. Nesse modelo, todos os pedidos e transações são feitos por meio da plataforma – quando o pedido é finalizado, a franquia produz o material e providencia a entrega para o cliente. A grande vantagem, na opinião de Tebaldi, é que os custos de logística, como o frete e a carga tributária, foram eliminados – um dos pontos que mais impacta na composição do preço final do produto para o cliente.

Ele comemora os primeiros resultados dos franqueados, que rapidamente têm garantido o retorno de seus investimentos. Detalha que alguns franqueados faturaram, já no primeiro mês de atividade, o valor que era esperado para o sexto mês. 

Tebaldi comenta que o modelo de franquias, além de permitir escalar o negócio da Criativando, está profundamente ligado a um dos propósitos essenciais da empresa – contribuir para a geração de empregos. “Hoje cada franquia gera seis empregos diretos e, pelo menos, outros seis indiretos, o que contribui para o crescimento econômico do país”, observa. Hoje a empresa é a única fabricante de papel parede no formato digital do mundo com um modelo de franquias.

 

Internacionalização e reforço no time

Com a consolidação do modelo de franquias, que deve ser ampliado ainda mais este mês, a Criativando está se preparando para novos desafios e tem como foco a internacionalização de seu negócio. Hoje a empresa já exporta para diversos países como Bolívia e Itália, mas a intenção é expandir ainda mais, inclusive com franquias no exterior. ‘Porque vou exportar o produto se posso ter uma impressora naquela país e começar a produzir de maneira mais barata e eficaz’, argumenta. E esse movimento gera resultados financeiros para toda a cadeia, incluindo parceiros e franqueados. 

Como forma de garantir mais visibilidade para o seu negócio e cada vez mais se consolidar no concorrido mercado da decoração, a empresa está montando um chamado ‘cinturão’. O objetivo desse conjunto de ações é garantir seu diferencial competitivo frente aos seus concorrentes. Para isso têm buscado parcerias importantes que permitem a produção de conteúdos exclusivos e que agregam valor à sua rede de clientes. Dentre as ações recentes estão o licenciamento de grandes marcas como o canal de TV por assinatura Discovery Channel, o museu de arte National Galery, de Londres, a série de animação ‘Diário de Mika’, dentre outras.

E a inovação não fica restrita somente aos mais de mil modelos de papéis de parede e os conteúdos interativos por meio de realidade aumentada. A Criativando também já está trabalhando com um modelo de cashback para compra de produtos e serviços dentro da plataforma, tornando a relação com seus clientes e parceiros ainda mais estreita. Tebaldi revela também a intenção de diversificar o portfólio de produtos na plataforma por meio de marketplace. “Estamos colocando novos produtos na plataforma da Criativando, pois queremos ser um ERP completo”, adianta. 

Para atingir esses objetivos, o time foi reforçado, com a adição de novos membros, o que inclui arquitetos, decoradores, e também um novo CEO, Ricardo Penzi, que é ex-diretor de Desenvolvimento de Negócios do Brasil da Hyperloop Transportation Technologies. Tebaldi observa que com o novo CEO, pôde se dedicar inteiramente ao trabalho de prospecção de novos negócios, incluindo a expansão do modelo de franquias. 

 

‘Me tornei o mártir do empreendedorismo’ 

Tebaldi brinca ao relembrar sua participação no programa Shark Tank Brasil em 2019. Ele destaca que muitas pessoas ainda procuram a empresa em função do programa. “O SharkTank nos deu muita autoridade, nos catapultou e tornou a empresa conhecida no País. Até hoje colhemos os frutos da minha participação no programa”, enfatiza. Ainda sobre o programa, ele dá um conselho aos novos empreendedores. ‘Se tiver oportunidade, vá, mas vá preparado, porque não é fácil estar ali (no programa)’, lembra o CSO. 

 

E como surgiu a empresa?

Ao falar do início da empresa, Tebaldi relembra o ano de 2015. Na época ele tinha uma gráfica na cidade de Nova Bássano, interior do Rio Grande do Sul, e viu seu pequeno negócio praticamente ser ‘engolido’ pela crise que atingiu o País naquela ocasião. Ao se deparar com esse cenário, a empresa precisou se reinventar para conquistar o diferencial competitivo no mercado. Aumentou seu portfólio e incorporou novos produtos, dentre eles o papel de parede customizado. Tendo como foco principal arquitetos, designers engenheiros e profissionais do segmento de decoração, Tebaldi partiu para a prospecção junto a esse público – e esse movimento apresentou seus primeiros resultados. 

Os novos clientes aprovaram a ideia de poder customizar seus trabalhos. E com as demandas aumentando, a empresa passou a concentrar esforços em seu novo segmento, o qual era bastante promissor e permitiria uma maior lucratividade. “Pensamos em criar uma plataforma democrática, onde o próprio cliente poderia elaborar o seu material a partir dos modelos existentes”, comenta. Nessa época a empresa se inscreveu em um programa de startups do Sebrae, o StartUp RS foi selecionada e durante o ano de 2016 trabalhou a validação de seu modelo de negócio.

 

Acelerando o negócio

No ano seguinte a Criativando acabou sendo finalista do programa Startup RS. E durante essa seleção, recebeu convite da VENTIUR, com sede no Tecnosinos, em São Leopoldo/RS, para participar de um warm up organizado pela aceleradora. O objetivo dessa seleção era avaliar novos investimentos em empresas. Dessa maneira, em 2017, a Criativando recebeu seu primeiro aporte financeiro por parte da aceleradora. 

Nos últimos três anos os desafios só aumentaram – a empresa testou novos modelos de negócio…alguns deram certo outros nem tanto, relembra Tebaldi, mas a motivação é a mesma. “Continuamos fazendo a mesma coisa, mas buscando sempre nos reinventar’, finaliza. Para saber mais sobre a empresa acesse o site www.criativando.com.br ou o Instagram @criativandocor.