Sua startup quer um impulso para crescer?

em quem investimos?

Local da sede

De qualquer lugar - desde que entregue valor para nossa região!

Escaláveis

Baseadas em tecnologia e modelos de negócios replicáveis

Equipe

Dois ou mais sócios, ao menos 1 full-time e 1 técnico

Conexões de valor

Que se beneficiem com a conexão com a rede de associados Sicredi

Sustentáveis

Que respeitem às diretrizes de governança ambiental, social e corporativa (ESG)

Estágio

Validação e início de tração

O Sicredi é uma instituição pioneira no cooperativismo financeiro no país. Seu modelo de negócio constrói uma cadeia de valor que beneficia o associado, a cooperativa e a comunidade local. Recentemente, reuniu todo o seu conhecimento na promoção de desenvolvimento nas comunidades que atua para apoiar a inovação de startups.

Dessa intenção nasce Comunitá, veículo de investimento do Sicredi Caminho das Águas e Sicredi Pioneira, powered by  Ventiur, e que busca investir em startups como forma de promover o desenvolvimento local das comunidades nas quais se insere: Serra Gaúcha, Vale dos Sinos, Vale do Paranhana e Litoral.

Mais do que simples aporte de recursos financeiros, o CVC Comunitá busca alavancar os negócios investidos pela conexão com sua rede de associados.

BENEFÍCIOS PARA VOCÊ E SUA STARTUP

PROCESSO DE ACELERAÇÃO

Metodologia de aceleração de negócios desenvolvida pela VENTIUR Aceleradora!

MENTORIA E CAPACITAÇÕES

Encontros com experts de mercado em temas como modelo de negócio, marketing, vendas online, customer success e outros!

CONEXÕES E NETWORKING

Contatos com a rede de associados Sicredi, além de muita troca de conhecimento!

PREPARAÇÃO PARA CAPTAÇÃO

As startups aceleradas receberão treinamento para buscarem rodadas de investimento e se prepararem para o Demoday!

PERGUNTAS FREQUENTES

Startups em early stage ou em tração, com validação de mercado e preferencialmente gerando receita com clientes em um modelo escalável e que entreguem valor para os associados do Sicredi Pioneira e Caminho das Águas. Startups pré-operacionais podem se inscrever caso tenha MVP, rodem suas validações durante a fase de seleção e apresentem o resultado.

Não. Estamos buscando startups mais maduras, que já tenham alguma validação de produto / mercado, e que de preferência estejam realizando vendas em um modelo possivelmente escalável.

Investimos em multimercado, olhando startups com soluções para diversos setores, em especial Open Finance, Segurança dos dados, Omnichanel humanizado, ESG e Negócios Conscientes, Novos meios de pagamento e moedas digitais, comportamento de consumo de bens e de informações. É necessário que a empresa seja de base tecnológica.

A startup pode ser de qualquer lugar, mas sua entrega de valor precisa trazer benefícios às seguintes regiões do estado do Rio Grande do Sul:  Serra Gaúcha, Vale dos Sinos, Vale do Paranhana e Litoral.

Os critérios que possuem mais peso são: entrega de valor para os associados do Sicredi e sua comunidade, equipe (competências e complementaridade dos sócios), mercado (tamanho da oportunidade e se o mercado está em expansão ou contração) e negócio (diferencial competitivo e barreiras tecnológicas do modelo de negócio ou produto/serviço oferecido). Também serão avaliados critérios como maturidade do negócio, track record da empresa ou sócios, sinergia da equipe, entre outros.

A startup poderá receber investimento até R$ 500mil, com eventual participação de co-investidores para valores maiores, por um equity a depender da maturidade da startup.

Nosso CVC é composto pelo investimento de duas unidades do Sicredi: Pioneira e Caminho das Águas.

Estamos inaugurando o Comunitá em parceria com a VENTIUR, que possui um portfólio de mais de 70 startups investidas. 

Primeiro você irá registrar interesse em um formulário simples disponível na nossa landing page (https://ventiur.net/comunita). Em seguida você receberá um formulário solicitando informações mais detalhadas e assim entrará no nosso processo de seleção

A seleção é composta por uma fase de inscrição via formulário, uma ou mais entrevistas com você e seu time por telefone ou vídeo-chamada e uma fase de apresentação ao comitê de investimento do CVC. Todas as fases são eliminatórias e o processo funciona como um funil. 

O processo será online, com eventual participação presencial negociada individualmente.

Você pode permanecer na sua cidade durante todo o processo, não há necessidade de deslocamento para o RS ou qualquer outro estado.

Sim. Qualquer startup do Brasil ou de outros países pode se inscrever no nosso programa de aceleração, desde que tenha soluções que entreguem valor para as nossas regiões.

Prepare-se para se dedicar bastante. O período de aceleração é intenso e o relacionamento com os investidores exige muita responsabilidade. A carga horária para atender às demandas dependerá da capacidade de gestão de cada empreendedor e das necessidades individuais de cada empresa. É imprescindível que um sócio esteja alocado full time na operação da startup

O período de aceleração é de 9 meses. Todavia, seguimos acompanhando e apoiando a startup até nosso desinvestimento. Temos um processo constante de aproximação de fundos de investimento quando a startup atinge maturidade para isso. 

Há ​encontros virtuais, mentorias, reuniões de acompanhamento com gestores da VENTIUR, reuniões periódicas com investidores, treinamentos e eventos de networking. Abordamos temas como tração, funding, formação de time, estratégia de go-to-market, vendas, marketing, gestão, entre outros assuntos relevantes.​​

Nosso programa de aceleração contempla aporte financeiro, conexões com possíveis clientes e parceiros, mentoria especializada, bootcamps de conteúdo, metodologia própria, comunidade de CEOs e investidores e mais de R$ 500k em descontos e benefícios em Cloud, sistemas e ferramentas de auxílio à startup.

Sim! Diversas startups aplicam mais de uma vez. Utilize os feedbacks para desenvolver seu negócio e sua proposta. Seja bem vindo para novas aplicações no futuro.

Na grande maioria dos casos utilizamos Mútuo Conversível em participação. Em alguns casos podemos utilizar outros instrumentos. Mas a conversão em participação só é realizada em casos de desinvestimento ou em situações específicas (desde que a startup seja transformada em SA).

Não. Como nosso contrato é de conversão futura de participação, nós não somos sócios e portanto não podemos e nem pretendemos decidir pela startup. Entendemos que somos como um padrinho, que ajuda a apontar o caminho, mas no final quem decide são os empreendedores. Porém há no contrato algumas cláusulas de veto para assegurar os investidores de situações críticas.

Como o próprio nome diz “Programa/Metodologia de Aceleração” a prioridade da alocação dos recursos deve ser para o crescimento da startup. Então Marketing e Vendas são o foco. 

O investimento não é para “remunerar” os founders. Pode ser utilizado para que os sócios se dediquem full-time ao negócio, mas sempre tentaremos alocar o mínimo possível de pró-labore, o que chamamos de survival money, afinal todos estamos no risco.

5% do recurso investido (até um teto de R$ 10.000,00) será utilizado para contratação de consultorias externas para ajudar na estruturação da startup. Ex: Se a startup captar R$ 160.000,00 de investimento, R$ 152k serão transferidos a startup e R$ 8k (5%) serão usados para a contratação de consultores ou serviços parceiros do CVC (que exigem um hands-on com dedicação maior que 5h em uma área específica). Ex: adequação jurídica/contábil, consultoria de precificação, estruturação comercial (inside sales, canais, processo/roteiro de vendas), otimização de SEO, etc.

Você pode deixar sua pergunta através do campo Entre em Contato no final da página.

Ficou com alguma dúvida?

Entre em contato!

    REALIZAÇÃO

    @2022 Sicredi Pioneira, Sicredi Caminho das Águas e Ventiur Aceleradora. Todos os direitos reservados.

    Aclamadas pela comunidade científica, as Deep Techs estão sob o mesmo guarda-chuva de empresas criadas a partir de disrupções em áreas como biotecnologia, engenharia e arquitetura de dados, genética, matemática, ciência da computação, robótica, química, física e tecnologias mais sofisticadas e profundas. São startups que propõem inovações significativas para enfrentar grandes problemas que afetam o mundo.

     

    Por mais que tentar chegar a uma definição possa parecer um exercício bastante ousado, quando falamos de uma área de tamanho conhecimento e aplicação, negócios que se enquadram dentro deste conceito, tratamos de soluções com alto valor agregado, que irão impactar positivamente não só um grupo determinado específico de pessoas, mas que podem mudar o mundo.

     

    Para fomentar ainda mais o setor e auxiliar nesse crescimento, o Delta Capital abriu inscrições para selecionar Deep Techs. A chamada inicia dia 22/11 e vai até 10/12, não perca tempo e inscreva-se aqui!

     

     Em breve conheceremos as iniciativas selecionadas.