Procuramos sua startup para investir!

 

Você não leu errado, a Ventiur está em busca de startups para investir e para logo! O processo já começou e é bastante simples. Mas antes de submeter a aplicação para investimento, existem alguns critérios fundamentais que precisam ser levados em conta:

 

  • A startup precisa estar MONETIZANDO
  • Ter um tech founder
  • Ter, no mínimo, 2/3 da equipe dedicada full time ao negócio
  • Ter disponibilidade para fazer um pitch já no dia 13/05
  • Fazer sua aplicação no fundacity o quanto antes

 

Esse processo é rápido e, como as empresas que a aceleradora procura nessa ocasião são mais maduras, não precisam ter feito o processo de pré-aceleração, o Warmup. Em breve serão abertas as inscrições para o Warmup,as startups em nível de ideia ou que não estão monetizando poderão integrar o programa e ter a oportunidade de receber um aporte ao final.

card busca startups

 

IMPORTANTE:

As inscrições, dentro da plataforma, ficarão abertas até dia 29/05. Durante o processo de inscrição haverão triagens para chamada de pitchs aos investidores. A primeira triagem ocorre no dia 10/05 e, as startups inscritas e com destaque, já terão a oportunidade de fazer o pitch no dia 13/05. As demais datas de pitch serão informadas as empresas inscritas ao longo do período de aplicações.

As startups interessadas em receber investimento e que contenham os critérios base devem fazer suas inscrições por aqui. Caso você esteja com dúvidas se seu negócio encaixa no quadro, entre em contato.

 

MMKT procura startups

Cuidados Jurídicos Iniciais para sua Startup

 

Por Giulliano Tozzi 

Sabemos do desafio que é empreender num país como o Brasil, que apesar de todos seu potencial, insiste em patinar em suas políticas econômicas voltadas para o empreendedor. Antes de mais nada, cabe ao empreendedor buscar e entender o problema do mercado que irá resolver e, a partir disto, iniciar a formulação de seu plano de negócios. Logicamente que questões financeiras, comerciais e de tecnologia da informação tomarão grande parte deste planejamento, contudo, todos sabemos que algumas questões jurídicas, ainda que não sejam o ponto principal, devem ser discutidas e pensadas, de modo a evitar futuras dores de cabeça.

artigogiulliano

 

A primeira decisão a ser tomada diz respeito à estrutura adotada para se empreender, isto é, o empreendedor irá encarar este desafio sozinho ou contará com o apoio de sócios? Ao escolher empreender sozinho, o presente parágrafo perde um pouco de relevância, pois é no âmbito das sociedades que necessitamos de maiores cuidados. É importante que se diga que é quando todos estão empolgados e acreditando no projeto que se deve colocar as regras no papel, mesmo que isso não importe na constituição regular da empresa (com arquivamento na Junta Comercial, inscrição no CNPJ e demais órgãos), posto que uma sociedade se constitui pela mera intenção de sua formação. Estabeleçam as funções de cada sócio, ainda que todos dividam todas as responsabilidades, pois certamente definir um responsável para cada tarefa irá tornar a relação mais fluida. Definam se os lucros serão partilhados na exata proporção da participação de cada sócio ou se todos possuirão metas individuais que deverão ser alcançadas. Importante lembrar que não é possível excluir qualquer sócio de participar nos lucros que vierem a ser distribuídos, mas isso não quer dizer que a distribuição não possa ser desigual.

Também é necessário que se definam mecanismos de saída dos sócios, assim como acordos de vesting. Para quem não conhece o termo, vesting entre os sócios funciona basicamente como um período mínimo de permanência na empresa, através do qual se um sócio decidir sair antes de completado o período acordado, não levará a totalidade de sua participação, mas tão somente o proporcional ao período em que permaneceu na sociedade.

id6

 

Pensar nessas e em outras situações em termos de sociedade podem evitar futuros problemas, pois sabemos que quando as coisas não vão bem, dificilmente se alcançará uma negociação favorável para qualquer das partes.

É importante também pensar em como se dará a relação da empresa com seus clientes, através dos contratos que serão firmados. Vale destacar que um contrato não precisa ser escrito e assinado para ser válido (salvo em algumas exceções legais), mas é sempre recomendável que assim se faça, para evitar aquela velha desculpa dos clientes: “mas você não me falou que era assim!!”. Não se espera que o empreendedor saiba desenvolver contratos complexos, mas é sua obrigação pensar e planejar as nuances da relação que poderá ter com seus clientes, para que possa transmitir seus receios aos profissionais de sua confiança.

Existem ainda inúmeras outras áreas que podem ser objeto de preocupação do empreendedor, como relações trabalhistas, tributárias e com o consumidor, as quais certamente poderiam ser objeto de artigos próprios. Por isso, gostaríamos de finalizar dizendo que faz toda a diferença poder contar com profissionais competentes e que conheçam o negócio que vocês estão desenvolvendo, pois certamente poderão dar o auxílio necessário.

 

QUER VALIDAR SUA IDEIA? FAÇA NOSSO PROCESSO DE PRÉ-ACELERAÇÃO, ENTRE EM CONTATO CONOSCO E SE INSCREVA NO PRÓXIMO CICLO!

 

Gostou do artigo? Sugira novos conteúdos, mande um e-mail para priscilla@ventiur.net.

 

Giulliano Tozzi   GIULLIANO TOZZI | ADVOGADO

Mestrando em Direito da Empresa e dos Negócios pela Unisinos. LL.M em Direito Empresarial pela FGV. Co-autor do livro Direito das Startups. Sócio do escritório Garrido & Tozzi Advogados.

 

 

LEIA TAMBÉM ESTES ASSUNTOS RELACIONADOS

ARTIGO: COMO ESCALAR SUAS VENDAS EM 5 PASSOS

FAÇA O MELHOR PITCH E RECEBA O APORTE PARA COMEÇAR SUA EMPRESA

ARTIGO: STARTUPS E A GESTÃO DO CONHECIMENTO

COMO ARTICULAR O FINANCEIRO DA STARTUP

ENTENDA O VALE DO SILÍCIO, CONHEÇA A INDICAÇÃO DE LEITURA DO MÊS

PRECISA DE CLIENTES FIÉS? USE O CONTENT MARKETING

 

 

LIVRO DO MÊS: Empreendedorismo Criativo

O livro de Mariana Castro traz histórias de negócios bacanas que surgiram a partir da última década. A proposta é bastante inspiradora, pois rapidamente conta a história de empresas, seus modelos de negócio e quem são os empreenderes por trás de cada um deles.

livro01

 

A primeira empresa citada por Castro desenvolve pesquisas sobre temáticas específicas, encomendadas por um cliente, e a entrega final do trabalho é em espécie de caixa de surpresas que pode conter diversos formatos, desde revistas, documentários, filmes até números sobre a temática escolhida. Tudo como meio de trazer inspiração para quem lê os conteúdos. A empresa realmente acredita na inspiração, tanto que tem um trato todo especial com os funcionários que viajam anualmente pela empresa, mantendo-os inspirados e transformando a vida de seus clientes. Já sabe que empresa é essa? Você pode conhecer melhor ela e seu modelo de negócio através da obra.

 

42268713

 

Empreendedorismo Criativo é uma leitura leve e agradável. É recomendado este livro para as pessoas que querem descobrir o modelo de negócio das empresas da economia criativa mais disruptivas do Brasil. Você vai descobrir uma nova leva de empreendedores e de empresas que tem reinventado o modo de pensar, seus mercados e tem conseguido levar junto à inovação uma legião de fãs e de clientes.

 

Gostou da sugestão? Se você leu algum livro interessante e quiser compartilhar conosco basta mandar um e-mail para priscilla@ventiur.net e abrimos este espaço para você também!

Veja também os filmes nacionais que todo empreendedor deve assistir que separamos para você…

 

 

5 oportunidades incríveis para startups em 2016

O ano inicia e com ele um turbilhão de novos desafios e perspectivas. Na busca para alavancar sua vida profissional muitos decidem aproveitar os desejos antigos e empreender. Para contribuir com essa meta a Ventiur relembra as tendências de 2015 e destaca as melhores oportunidades para empreender em 2016.
No ano que passou soluções tecnológicas para drones, IOT (internet das coisas), impressão 3D e realidade virtual fizeram muitas empresas tornarem-se reconhecidas. Em 2016, o senso entre investidores de risco e analistas da indústria é de que a maioria das startups não irão revolucionar, mas vão colocar esforços no reforço das tecnologias, dos produtos e dos serviços já existentes.

Para refrescar a memória e facilitar a procura, na lista abaixo, estão cinco tendências de startups que vão estar com tudo em 2016.

oportunidades2016

1. Casas conectadas
Embora os dispositivos de casas inteligentes não sejam novos as preocupações envolvendo a segurança dos dispositivos de IOT em casa dificultam a adoção e aceitação desses gadgets em grande escala.
Mas é apenas uma questão de tempo. Na medida que os usuários virem os ganhos e adotarem mais dispositivos não será um problema. Quando perceberem o valor de poder monitorar tudo a sua volta, e sua eficiência, será tão comum quanto monitorar batimentos cardíacos e passos.

2. Saúde digital e Big Data
Falando em saúde, outra tendência deste ano é o aumento de serviços e inovações para melhorar o armazenamento digital de dados de saúde e de acesso. O que oferecerá serviços on-line para tratamento médico e criação ou aprofundamento de ferramentas de diagnóstico – como tecnologias de previsão de risco de câncer.
Logo, terão mais oportunidades para criação de soluções disruptivas a fim de tornar o big data mais palpável e com valor.


LEIA TAMBÉM ESTES ASSUNTOS RELACIONADOS:

GOOGLE CRIA CENTRO DE PROMOÇÃO DE STARTUPS

STARTUP DE FINTECH TRAZ SOLUÇÃO PARA CRISE

VENTIUR INTEGRA CLUSTER DA SAÚDE DO RS

TELEMEDICINA: QUALIS E O FUTURO DA SAÚDE NO BRASIL


3. Financial tech em mercados emergentes
No ano que passou as startups voltadas para as soluções financeiras, conhecidas como FinTech, conseguiram mudar o meio como as pessoas transferem, investem e manipulam seu dinheiro. Em 2016 diversos novos serviços deverão ser incorporados. Da América Latina e Oriente Médio aos Estados Unidos e Europa com desenvolvimento de soluções para pagamentos e empréstimos.

4. Serviços de cibersegurança para proteger negócios
Com o avanço da tecnologia os hackers maliciosos estão mais sofisticados, o que exige formas novas das empresas se protegerem. Considerando que a cada nova solução dada, os cybercriminosos encontram meios de ultrapassá-la, o desenvolvimento de inovações é constante nesse segmento.

5. Proteção à privacidade
Conforme mais usuários viram adeptos as pulseiras inteligentes e instalam recursos e centros multimídia em seus lares, eles desejam que todas essas informações sejam muito bem guardadas. Encontrar formas de coletar informações garantindo a privacidade dos usuário é uma oportunidade muito promissora e que traz como clientes grandes companhias.

Agora que você já tem a inspiração que tal começar já?

Fonte: IDGNOW

Gostou da assunto? Sugira novas pautas! (e-mail: priscilla@ventiur.net).

22 startups foram selecionadas para o CRIE Warmup!

O processo de pré-aceleração de startups de Lajeado/RS, o CRIE Warmup, foi um sucesso e, das mais de 50 empresas inscritas, 22 foram selecionadas. O programa, realizado pela Univates e pela Ventiur, tem como objetivo principal aprimorar ideias e transformá-las em negócios rentáveis e, alinhados com essas expectativas, startups das áreas de gestão, tecnologia, marketplace/e-commerce, IOT, mobilidade, economia criativa e outros segmentos aplicaram suas inscrições.

selecionados CRIE

Entre os requisitos para passar na seleção estavam modelo de negócios, equipe, inovação e monetização. As 22 melhores startups pelos critérios apontados foram classificadas. A lista de startups selecionadas para o CRIE Warmup de Lajeado segue abaixo em ordem alfabética.

 

  1. Adicionei

  1. Avalmed – Equipamentos Médicos

  1. Cconcentra

  1. consulta21

  1. ContaVerde

  1. Cstorm

  1. Cynb

  1. Eu Tenho

  1. Exodu

  1. GouGou 

  1. Haus On Nomad Spaces

  1. Lazy Parking

  1. Logic Art

  1. Magic Network

  1. My Nous

  1. Neurologic

  1. Nurture

  1. One Tech

  1. Super do Dia

  1. Tattoo Finder

  1. Pé Baixo

22. Zipcheckin.me

 

Para que os classificados possam organizar sua rotina, as datas dos workshops presenciais já foram publicadas. No cronograma de atividades constam três workshops, com dois dias e meio em cada um.

Crie Núcleo color.

 

Workshop 01:  18/19 e 20 JAN

Perfil Empreendedor (Ferramentas de psicologia transacional e técnicas de gestão de times e levantamento de crenças) e Modelagem de Negócios (Canvas e Canvas de hipóteses).

Workshop 02:  01/02 e 03 FEV

Modelagem de Negócios II (Canvas e Canvas de hipóteses), Jurídico (Abertura de empresa, sociedade, tributos, contratos, etc) e Financeiro (Investimentos, fluxo de caixa, DRE, projeção financeira).

Workshop 03: 29 FEV/01 e 02 MAR

 Pitch Vencedor (Como convencer alguém em 5 minutos, Design de Apresentações e técnicas de oratória), Training (Treinamento do Pitch) e Demoday (Apresentação das startups para banca de investidores).

Horário: 09hs às 12hs – 13hs30min às 18hs.

Local: Sala na UNIVATES à combinar.

CONVITE para o site

A região do Vale do Taquari está de parabéns pela iniciativa que está movimentando o ecossistema de startups local e, muito em breve, a economia local. Quaisquer dúvidas sobre o programa CRIE Warmup ou informações de como levar esse programa para sua região, entre em contato pelo isadora@ventiur.net, se você quiser saber mais informações sobre os próximos ciclos de pré-aceleração acesse o site da Ventiur e cadastre-se para receber as Newsletters.

CRIE Warmup está com as inscrições abertas!

Ficou sabendo? A Ventiur está com as inscrições abertas para o programa de pré-aceleração, o CRIE Warmup.

O programa, realizado pela Univates e pela Ventiur visa estimular o ecossistema de startups, tem como principal objetivo ajudar a aprimorar sua ideias e transformá-las em um negócios rentáveis. Testando hipóteses, conhecendo melhor o perfil empreendedor de cada empresa e dando a oportunidade de conhecer melhor a aceleradora, deixando cada empresa preparada para apresentar seu projeto para o grupo de investidores da Ventiur e investidores da região do Vale do Taquari. Qualquer startup pode se inscrever SEM CUSTO algum!

O CRIE Warmup acontecerá na cidade de Lajeado e as inscrições já estão acontecendo, entre no site Fundacity e não perca tempo!

Crie Núcleo color.

Conheça mais sobre o programa CRIE Warmup

Workshop Perfil empreendedor:

Ferramentas de psicologia transacional e técnicas de gestão de times e levantamento de crenças.

Workshop Modelagem de negócios:

Canvas e Canvas de hipóteses.

Workshop Workshop Jurídico e Workshop Financeiro:

Abertura de empresa, sociedade, tributos, contratos, etc. | Investimentos, fluxo de caixa, DRE, projeção financeira

Workshop Pitch Vencedor:

Como convencer alguém em 5 minutos, Design de Apresentações e técnicas de oratória.

Demoday

Apresentação das startups para banca de investidores

banner para face

INFORMAÇÕES:

Cronograma de atividades: 3 Workshops (2 dias e meio em cada)

Datas:
WS1 –  18/19 e 20 JAN – Perfil Empreendedor e Modelagem de Negócios.

WS2 –  01/02 e 03 FEV – Modelagem de Negócios II, Jurídico e Financeiro.

WS3  – 29 FEV/01 e 02 MAR – Pitch e Design de Apresentações, Training e Demoday.

Horário: 09hs às 12hs – 13hs30min às 18hs.

Local: Sala na UNIVATES à combinar.

Valor: GRATUITO!

Inscreva-se agora, clique aqui! Ficou DÚVIDAS? Entre em contato isadora@ventiur.net

 

Ventiur no Startup Weekend Lajeado!

Entre os dias 13 e 15 de NOV ocorrerá a 2° Edição de Lajeado da melhor experiência empreendedora do mundo, o Startup Weekend. O evento, que aconecerá no Tecnovates e tem o intuito de educar e inspirar a comunidade local, já aconteceu em mais de 1500 cidades ao redor do mundo e já foram criadas mais de 8000 startups.

Lajeado já está nessa estatística. Na primeira edição do SW Lajeado foram criadas 9 startups. O evento tem duração de 54 horas e conta com suporte de mentorias, palestras e desafios. Os participantes compartilham ideias, executam e criam modelos de negócios escaláveis e repetíveis. Para contribuir com esse ambiente empreendedor, a equipe Ventiur estará presente fazendo mentorias e lapidando negócios inovadores.

mentores SWLajeado

COMO FUNCIONA?

No primeiro dia quem tem uma ideia de negócio terá a oportunidade de apresentá-la aos outros participantes do evento para formar sua equipe. Se você quer participar para aprender sobre como começar o seu negócio, mas sem dar uma ideia, você também pode! Basta escolher se juntar a uma das ideias que serão apresentadas no evento

Formadas as equipes, cada uma terá 2 dias para se dedicar a desenvolver um negócio a partir da ideia escolhida. É agora que começa a diversão: desenvolver planos de negócios, aprender a identificar o seu cliente, construir um produto e ao final apresentá-lo para que um grupo de investidores confirme que a sua ideia é uma boa ideia de negócio. Tudo isso, é claro, sendo orientados por experientes empreendedores que já estão com as suas startups no mercado.

 

CONFIRA A PROGRAMAÇÃO

Acesse o site (clicando aqui), veja a programação completa para os três dias e adiquira logo seu ingresso!

Acompanhe o evento nas redes através do F./SWLAJEADO.

Se liga nas atividades e coloca na agenda!

Na próxima terça tem um bate-papo super bacana com Alexandre Mota, Paulo Ferreira e Marcos Schulz.

A conversa vai ser direcionada para o lado EMPREENDEDOR e você não pode perder!

Anota aí:

Dia: 07/07 (Terça-feira)

Horário: 10h às 12h

Local: Auditório Unitec – Tecnosinos

Clica no banner, veja os detalhes e vem com a Ventiur!

 

Divulgação- Papo Empreendedor

Filmes Nacionais que vão inspirar seu lado empreendedor

Fictícias ou reais, as histórias contadas no cinema nos comovem e inspiram ações para toda a vida. As experiências de outras pessoas nos ajudam a compor a nossa própria história, em busca do sucesso. Nesse sentido, a Ventiur quer te inspirar na sua busca empreendedora e, neste dia 19 de junho, Dia do Cinema Brasileiro, elencamos quatro indicações para você aproveitar o final de semana e comemorar esse marco.

 

issoai-crop4

Mauá – O Imperador e o Rei (1999)

Um filme interessante não só por abordar uma importante passagem histórica nacional do Barão de Mauá, empreendedor gaúcho é considerado o primeiro grande empresário brasileiro, responsável por uma série de iniciativas modernizadoras para economia nacional ao longo do século XlX, mas também por mostrar a luta deste idealizador e todos os problemas para chegar a seu objetivo final. Arrojado em sua luta pela industrialização do Brasil, Mauá era tanto recebido com tapete vermelho, como chutado pela porta dos fundos por D. Pedro II.

Dirigido por Sérgio Rezendo, o longa conta com atuações de Paulo Betti, Malu Mader, Hugo Carvana e Cláudio Corrêa e Castro.

issoai-crop2

Vai Que Dá (2013)

No filme, produzido da Endeavor Brasil, sete exemplos de empreendedores, que dedicam a sua energia à construção de empresas de tecnologia como uma forma de desentravar diferentes áreas do conhecimento e transformar o mundo, compartilham seus valores, motivações e, principalmente, do que é feito o seu sonho. Entre eles, Horácio Poblete, da Ledface, Gustavo Mota, da We do Logos, Daniel Wjuniski, do Minha Vida, Fernando Okumura, do Kekanto,Thiago Feijão e Cláudia Massei, do QMágico, e Tiago Dalvi, da Solidarium.

 

Leia também esses assuntos relacionados:

5 DICAS PARA TIRAR SUA IDEIA DO PAPEL

DESPERTE SEU LADO EMPREENDEDOR, FAÇA O WARMUP

 

 

issoai-crop1

Não se Preocupe, Nada Vai dar Certo (2011)

Até onde vamos em nome da grana, até onde você pode se considerar um sucesso? No filme de Hugo Carvana, Lalau (Gregório Duvivier) viaja pelo interior do Brasil se apresentando com um show de piadas. Seu pai, Ramon Velasco (Tarcísio Meira), também é um comediante do show e empresário do filho. Certo dia, Lalau recebe uma proposta milionária para usar seus talentos e fingir ser um famoso Guru em uma palestra motivacional.

 

issoai-crop3

São Paulo Sociedade Anônima (1965)

Até onde seu profissional te leva? Ou a melhor pergunta seria: O quê você deixaria de lado para alcançar seu sucesso profissional?

O filme de Luís Sérgio Person, na gloriosa São Paulo, de 1957 a 1961, é mostrada a trajetória de Carlos (Walmor Chagas), um homem que pertence à classe média. Guiando-se pelas chances imediatas que lhe são dadas pela sociedade, ele ingressa numa grande empresa. Depois aceita um cargo numa fábrica de auto-peças, da qual torna-se gerente. A certa altura se vê na pele de um chefe de família, que trabalha muito, ganha bem, mas vive insatisfeito. Sem projeto de vida ou perspectivas de se opor à condição que rejeita, só lhe resta fugir.

 

Pega a pipoca, o cobertor e o controle remoto, que seu final de semana está só começando!

 

Conheça a Ventiur, leia mais sobre nós!