VENTIUR irá acelerar startups através do Grupo de Investidores Biopark

Biopark + Ventiur

Incentivar o empreendedorismo por meio da aceleração de novos negócios no oeste Paranaense – esse é o objetivo do Grupo de Investidores Biopark, iniciativa liderada pela VENTIUR em parceria com a Fiasul e a Beagle Participações (veículo que viabiliza o investimento dos sócios da empresa Prati Donaduzzi). Os aportes financeiros do Grupo, que terá como foco investimentos em startups dos segmentos de saúde, TI e agronegócio e o volume financeiro total do Grupo soma um montante de R$ 5 milhões.

O chamado kickoff do projeto (o pontapé inicial) ocorreu no dia 19 de maio em um café da manhã realizado no Biopark, e que reuniu mais de 20 investidores que participam do grupo. Na oportunidade ocorreu o lançamento oficial do Grupo de Investidores e do processo de seleção das startups. Inicialmente os recursos deverão ser aportados em empresas que já estejam no mercado com seu modelo de negócio validado e pelo menos já com alguns clientes. Segundo o diretor de operações da VENTIUR, Guilherme Kudiess, cada nova startup receberá em média um aporte na faixa de R$ 500 mil, podendo chegar até R$ 1 Milhão com co-investimento da rede. 

Os novos empreendimentos passarão por um processo seletivo, o qual já está acontecendo nestes meses de junho e julho, sendo que as principais empresas passarão para a etapa de aceleração. Paralelamente ao processo de escolha dessas startups, a equipe da Aceleradora conduzirá um curso voltado aos investidores. 

“Além de aportar recursos nas startups da região oeste paranaense, a intenção é atrair negócios de outras regiões para desenvolver o ecossistema local”, observou Kudiess. 

Dando continuidade ao cronograma de trabalho, em agosto está previsto o início da primeira turma de aceleração e o aporte inicial de investimentos. Já para setembro, está prevista nova seleção de negócios e a continuidade do processo de aceleração com as startups já selecionadas nas etapas anteriores. 

Biopark: Novas startups receberão aporte financeiro e smartmoney 

Além do aporte financeiro, o modelo de aceleração conduzido pela VENTIUR entrega à startup o chamado smartmoney, que são seus conhecimentos especializados em gestão, os quais incluem administração, marketing, vendas, finanças, dentre outros temas relacionados à inteligência estratégica de um negócio. Em muitos casos, o ‘dinheiro inteligente’ é fundamental para consolidar o modelo de negócio dessa nova organização, pois o investidor agrega mentoria e experiência de mercado.

Para Guilherme Kudiess apenas o recurso financeiro muitas vezes não é suficiente para auxiliar o empreendedor – é preciso agregar à gestão de sua startup conhecimentos técnicos de mercado, o que é justamente o papel da VENTIUR por meio de sua rede de conexões. O investimento em startups é de longo prazo e pode demorar para gerar liquidez aos investidores, mas a estimativa é um retorno de dez vezes o valor do investimento entre cinco e sete anos. 

“Além dos investidores principais, temos outros 20 empresários da região que se uniram para investir em startups”, revelou Kudiess. Ao aportar recursos em um negócio inovador, o investidor também se conecta diretamente ao propósito dos empreendedores. Esse movimento auxilia os novos empresários a estruturar melhor seus processos, conectando com potenciais clientes, e se transformar em negócios de crescimento exponencial. 

Parceria com o Biopark vinha sendo estruturada desde 2020

Guilherme Kudiess, lembrou que antes mesmo do lançamento do Grupo de Investidores, desde 2020 a parceria entre VENTIUR e Biopark já vinha sendo estruturada. Em outubro do ano passado foi aprovado pelo conselho do parque tecnológico a criação do grupo de investidores. 

“Esse grupo é um marco para àquela região, que até então não possuía muitas iniciativas locais para investimentos em startups. O apoio da Fiasul, Prati Donaduzzi e Biopark e reforçam a credibilidade para atrair boas startups e assim termos sucesso nos negócios investidos”, enfatizou o diretor de operações da VENTIUR. 

Biopark-Luiz-Donaduzzi
Fundador do Biopark, Luiz Donaduzzi.

Criado em 2016 o Biopark está localizado em uma área de mais de 5 milhões de metros quadrados na cidade paranaense de Toledo. Além do parque tecnológico, a iniciativa abriga setores planejados para áreas residenciais, comerciais e industriais. 

“O Biopark, desde o início, tem um objetivo que eu diria que é maternal, abraçando o empreendedor e dando o suporte para que ele cresça. Empreender no Brasil é muito difícil, é quase impossível, as empresas quebram por uma série de problemas e a gestão é o maior deles”, comentou o fundador do Biopark, Luiz Donaduzzi.

O Grupo Biopark se soma a outros veículos de investimento ativos da Aceleradora – VENTIUR Hélice (iniciativas inovadoras da serra gaúcha; VENTIUR Fundo 20 (tecnologia global no Vale dos Sinos), VENTIUR AgTech (soluções para o agronegócio), Comunitá e PradoTech. Se quiser conhecer melhor cada um deles acesse nosso site

VENTIUR está ampliando sua operação em nível nacional

Movimentos com este fazem parte do processo de expansão da VENTIUR em nível nacional. Recentemente foram selecionadas posições para comporem os times de seleção de startups e marketing nos estados do Paraná, Tocantins, Maranhão e Amapá. Além disso, também chegamos recentemente a São Paulo, onde nosso escritório na capital paulista começou a funcionar em abril junto à sede de nossa parceira de investimento, a Stefanini.

Até então nossa presença ficava mais restrita ao Rio Grande do Sul, estado que concentra 62% das startups de nosso portfólio – e as principais parcerias com universidades e grupos de investimento. Além das iniciativas das quais falamos acima, a VENTIUR, também está liderando outros importantes projetos na área de inovação e aceleração de novos negócios em diversos segmentos da economia nacional. 

Um exemplo disto é a parceria com o Sebrae, que tem como objetivo incentivar o empreendedorismo na Amazônia. O processo de aceleração está sendo conduzido pela VENTIUR no âmbito do programa InovaAmazônia – iniciativa do Sebrae que visa a fomentar a bioeconomia. O projeto contempla empreendedores dos estados do Tocantins, Amapá e Maranhão, que receberão aportes financeiros do Sebrae, por meio de uma bolsa de estimulo à inovação. 

Essas ações têm como foco colocar o Brasil em posição de fomentador de negócios sustentáveis. A iniciativa deverá impulsionar a bioeconomia local da região amazônica, incentivando um total de 350 negócios regionais a colocarem em prática ações voltadas ao progresso econômico aliada à inovação e sustentabilidade. 

Investimos no empreendedorismo brasileiro desde 2013

Se você também tem um negócio inovador e gostaria de impulsioná-lo, nós da VENTIUR podemos te ajudar. Oferecemos diferentes níveis de serviço, sendo que alguns destes têm focos de atuação e condições de investimento específicos. O suporte qualificado da VENTIUR poderá fazer toda a diferença entre o sucesso e o fracasso de sua startup.

Além do investimento financeiro, os empreendedores recebem mentoria com foco em resultados práticos, o chamado smartmoney, a qual permite a modelagem e ampliação do negócio. Com foco em resultados práticos, contamos com uma equipe de mentores qualificados, os quais transmitem conhecimento valiosos nas mais diferentes áreas de mercado.

Desde 2013 já investimos em mais de 70 negócios inovadores, somando aportes na casa dos R$ 25 milhões. Para mais informações sobre nossos programas de aceleração e investimento em startups, entre em contato com nossa equipe.

VENTIUR seleciona cinco novas startups para o seu portfólio

Ventiur seleciona cinco novas startups

A VENTIUR, em parceria com os seus veículos de investimento Hélice e Fundo20, selecionou cinco novas startups para o seu ciclo de aceleração de negócios, o ‘#GoHard 14’. A soma total dos aportes financeiros que essas empresas deverão receber durante o processo de aceleração chega a R$ 4 milhões.

A metodologia de propulsão de negócios inovadores da VENTIUR, chamada de #GoHard, é fruto de oito anos de experiência na aceleração de novos negócios. Seu objetivo é fortalecer processos internos das empresas, com foco no desenvolvimento de estratégias eficazes de vendas e crescimento exponencial desses novos empreendimentos. Para essa turma 14 do #GoHard foram selecionadas as seguintes startups: NeoPTO, Cartera, Husky, Growdev e Solar Social.  Elas atuam em segmentos como deeptech, fintech, logtech, edtech e socialtech.

Antes de escolher as novas startups, a VENTIUR avaliou um total de 232 empresas de diversas regiões do País. Elas haviam se inscrito no processo seletivo que encerrou em setembro. Durante o período de quase dois meses, critérios como diferenciais competitivos e entrega de soluções reais para o mercado, foram analisados.

Os gestores de aceleração da VENTIUR também realizaram entrevistas com os empreendedores, com o objetivo de conhecer de maneira mais detalhada os negócios e o perfil dos empreendedores.

WarmUp e Pichday

Concluída essa fase de seleção, 19 startups passaram para a etapa seguinte, chamada de WarmUp. Esse período de ‘aquecimento’ teve como objetivo aproximar empreendedores e investidores. A etapa serviu também para testar os modelos de negócios apresentados a partir da análise da equipe de mentores da VENTIUR.

Nessa etapa os investidores puderam avaliar com profundidade os negócios, bem como o perfil dos empreendedores selecionados. As startups também se beneficiaram com uma pré-aceleração, tendo a oportunidade de conhecer os potenciais investidores para o seu negócio. Esse processo proporcionou ainda novas oportunidades de negócios e investimentos para os empreendedores.

Ao final dessa fase, 10 startups foram escolhidas para participarem do ‘Pichday’ – momento que reúne startups e investidores. Os empreendedores puderam apresentar suas ideias em formato de pitch para toda a rede de investidores da VENTIUR. Estes mesmos investidores selecionaram cinco startups para receberem os aportes financeiros.

Novas startups têm agenda cheia

A partir de agora os empreendedores terão uma agenda cheia com foco na qualificação de suas startups e de seus times. Durante o processo de aceleração, que deve iniciar em janeiro, as empresas terão o acompanhamento da VENTIUR e de seus mentores, e também do gestor de aceleração, agregando conhecimento e experiência de mercado. Esse processo contribui para que as empresas possam alavancar seu crescimento no mercado.

Em alguns casos, é durante essa etapa que os empreendedores aprimoram seu produto, e consolidam seu modelo de negócio. Além do investimento, os empreendedores recebem mentoria com foco em resultados práticos, que é o chamado smartmoney. Cabe aos mentores da VENTIUR, a partir do compartilhamento de suas experiências, orientar os empreendedores e indicar as melhores alternativas e oportunidades de crescimento. Essas mentorias tem como foco o desenvolvimento dos empreendedores e de seus times, sempre com a utilização de metodologias práticas e eficazes. As atividades previstas na fase de aceleração incluem palestras para transferência de conhecimento e workshops com exercícios práticos.

Nesses momentos serão abordadas diversas temáticas como liderança, inovação, aspectos jurídicos, customer success, governança para startups, contabilidade, vendas, marketing digital, gestão, finanças, recursos humanos, canais de aquisição de clientes, desenvolvimento de produto, captação de recursos, dentre outros relevantes para a qualificação dos novos empreendimentos. As novas startups serão preparadas durante o primeiro semestre de 2022 até o chamado Demoday – evento que marca o encerramento do ciclo de aceleração.

O Demoday também é uma oportunidade para que os empreendedores possam apresentar os resultados do trabalho desenvolvido até o momento junto com a VENTIIUR. Esse evento proporciona uma troca de experiências e networking. Além da explanação dos cases, o Demoday é um momento para que as startups compartilhem os aprendizados e os desafios vividos durante o ciclo de aceleração. Também participam das apresentações outros fundos de investimentos, com o objetivo de conhecer melhor as startups que passaram pelo processo de aceleração. Ao final dessa etapa, as empresas serão apresentadas ao mercado e poderão participar, inclusive, de novas rodadas de investimento.

VENTIUR já investiu em mais de 70 negócios inovadores

O #Gohard 14 é o terceiro processo de atração de novos negócios liderado pela VENTIUR apenas este ano – nas edições anteriores 13 startups foram selecionadas. O total investido nestas empresas foi superior a R$ 6 milhões. E esses empreendimentos pertencem aos segmentos de tecnologia, serviços, saúde, agronegócio, dentre outros, e já estão em processo de aceleração.

Criada em 2013, a VENTIUR é uma das principais aceleradoras de startups do Brasil e está sediada no polo tecnológico da Unisinos, o Tecnosinos, em São Leopoldo/RS. Nascemos para apoiar empreendedores diferenciados e com brilho nos olhos, auxiliando-os a transformar seus sonhos em negócios de crescimento exponencial, contribuindo para que as empresas possam alavancar seu crescimento no mercado.

Nosso processo de aceleração potencializa a atitude empreendedora, estimulando a capacidade de execução, experimentação e co-criação. Até o momento investimos em mais de 70 negócios inovadores, avaliados em mais de R$ 300 milhões, e avaliamos mais de três mil startups de diversas regiões brasileiras. A Aceleradora contabiliza até agora um total de quatro exits – expressão que se refere ao ponto de saída de uma startup. Isso acontece quando o empreendimento é adquirido por outra empresa/organização de maior porte. O exit mais recente ocorreu em junho, quando a Suiteshare, foi adquirida pela VTEX – plataforma global de comércio digital que reúne funcionalidades nativas de marketplace e gerenciamento de pedidos.

Se você também tem um negócio inovador e gostaria de impulsioná-lo, nós da VENTIUR podemos te ajudar. Para mais informações sobre nossos programas de aceleração e investimento em startups, entre em contato com nossa equipe.

Saipos entre scale-ups selecionadas pela Endeavor RS 2021

Startup acelerada pela VENTIUR estará participando pela segunda vez do programa

Pelo segundo ano consecutivo a Saipos, startup acelerada pela VENTIUR, está entre as selecionadas pelo programa Scale-Up Endeavor RS 2021. A empresa atua na gestão de empresas do setor de gastronomia, e seu sistema já é utilizado por mais de 4 mil restaurantes em todo o País.

O CEO da Saipos, Bruno Tusset, falou da importância de participar do programa para o atual cenário da empresa. “Fazer parte da Scale-Up pela segunda vez é algo que não conseguimos descrever. Um grande privilégio que trará ainda mais impactos positivos para nós. A Endeavor é uma referência no mundo dos negócios e é uma honra fazer parte desse grupo”, observou Tusset.

Ele lembrou que a primeira participação no programa da Endeavor foi importante para a Saipos crescer como organização – entender papéis e a importância de cada um dentro do processo. “O principal ponto que nos fez seguir mantendo relacionamento com a Endeavor é buscar a entrada em uma segunda rodada de conexões com outros empreendedores. Conseguimos trocar experiências e como alguns problemas que parecem tão grandes podem ser solucionados de forma simples” finalizou Tusset.

Programa conecta empreendedores a empresas de grande porte

O programa de aceleração da Endeavor tem duração de cinco meses e proporciona a conexão das scale-ups com líderes de empresas referência em alto desempenho no País. O Scale-Up proporciona um encontro entre empreendedores que estão em estágios semelhantes.  Durante o programa também são realizadas mentorias com lideranças das empresas que mais se destacam no País – oportunidade para troca de experiências e networking. 

Os mentores do programa acompanham os empreendedores, desenvolvendo diagnósticos sobre os maiores desafios de crescimento e em como focar na resolução e superação dos problemas encontrados. As nove scale-ups do Rio Grande do Sul empregam mais de 750 pessoas e faturaram mais de R$ 50 milhões em 2020. Entre 2019 e 2020, a média de crescimento foi de 250%.

E como surgiu a Saipos?

A Saipos surgiu em 2017, logo após Tusset, ao lado dos seus três sócios, Anderson Onzi, Kenner Grings e Eric Alves da Rocha, venderem a plataforma de comida delivery que possuíam, a Devorando para o Ifood. Na ocasião, eles resolveram tirar do papel uma ideia que já nutriam desde a Devorando, que era o desenvolvimento de uma solução com foco na gestão de restaurantes.

Tusset lembra que durante o tempo que mantiveram a antiga plataforma, a equipe recebeu diversas solicitações para desenvolvimento de um sistema para gestão de restaurantes. Ressaltou que este novo sistema precisaria ser ágil e, principalmente, simples de ser utilizado. Dentro desse contexto, surgiu a Saipos, com a proposta de entregar ferramentas que facilitem o cotidiano dos empresários do ramo de alimentação. 

A Saipos atua desde o controle de produção, passando pelo monitoramento da logística, do estoque e chegando à parte financeira, que inclui a emissão de notas fiscais – tudo de maneira prática e rápida. A empresa atende diversos segmentos, os quais incluem operações de lojas físicas ao delivery, passando também por redes de franquias. Além disso, o software é o que mais processa pedidos integrados aos principais apps de delivery do mercado. 

Entre as vantagens que o empreendedor terá em utilizar a plataforma da Saipos, estão questões como a possibilidade de conferir as vendas do restaurante de maneira remota. A ferramenta também contribui para a agilidade dos serviços, pois realiza a integração com outros serviços de delivery. Outro ponto importante é o controle financeiro, o qual inclui o gerenciamento de despesas (contas a pagar) e receitas (vendas).

Setor de delivery de comida registrou crescimento na pandemia

Capaz de reinventar a forma como criamos, compramos, cozinhamos e pensamos a comida, o setor de delivery de comida atende as demandas de vários públicos, permitindo que por meio de um app o cliente possa receber em sua casa alimentos e bebidas. Pesquisa realizada pelo Sebrae em parceria com a Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel) indicam que, antes da pandemia da Covid 19, pelo menos 54% dos empresários brasileiros já utilizam o delivery em seus negócios. 

Com as medidas sanitárias impostas pela doença, esse percentual registrou elevação de 12%, chegando ao patamar de 66%. O levantamento aponta também o aumento da adesão aos aplicativos de entrega, tendo em vista que 25% dos negócios já estavam operando nas plataformas digitais – agora, cerca de 72% já atuam nessa modalidade. 

E mesmo com o fim das restrições de isolamento social, o cenário não deve retornar à condição anterior para o setor de serviços de alimentação, pois as empresas de gastronomia já entenderam que podem explorar novos clientes no ambiente digital. Pelo contrário, a tendência é que os números do setor de delivery continuem em ascensão nos próximos anos, em especial pela comodidade e segurança que os aplicativos de comida oferecem atualmente.Quer ficar atualizado sobre as notícias relacionadas ao ecossistema de inovação? Então segue a @ventiur nas redes sociais. A VENTIUR é uma das principais aceleradoras de startups do Brasil e está sediada no polo tecnológico da Unisinos, o Tecnosinos, em São Leopoldo/RS.

Startup acelerada pela VENTIUR recebe novo aporte milionário

Startup acelerada pela VENTIUR recebe novo aporte milionário

A Manfing, startup paranaense acelerada pela VENTIUR desde 2019, recebeu um novo aporte milionário. A empresa, que utiliza o conceito de Inteligência Artificial para desenvolver sua solução, tem como foco organizações dos segmentos de varejo, agronegócio e indústria. Este é o segundo investimento que a startup recebe em pouco mais de dois anos – o primeiro foi feito justamente pela VENTIUR.

Esse novo aporte milionário foi de R$ 1 milhão,  feito pela Meta Ventures – consultoria e prestadora de serviços de transformação digital. E segundo o CTO da Manfing, Leandro Volanick, com os novos recursos a empresa quer se tornar referência no segmento de Inteligência Artificial (IA) no País. Ele revelou que a intenção é preparar também o processo de internacionalização da startup, o qual deve começar ainda este ano. 

Para atingir esses objetivos, com esse novo aporte milionário a empresa tem em seu planejamento a consolidação da plataforma e a ampliação da equipe, com a contratação de novos profissionais. “Grande parte do investimento, será para contratação de novos talentos. Hoje temos uma equipe de 12 pessoas e queremos chegar a 40 até o final de 2021”, revelou Volanick.

A plataforma da Manfing fornece informações relevantes para que o gestor possa ampliar seus resultados financeiros, garantindo a recompra e a fidelização de seus clientes. Com base nos doados coletados sobre o perfil de consumo de cada cliente, a Manfing gera relatórios detalhados indicando qual melhor data para venda de determinado produto, valor e quantidade do item, com base em machine learning. 

Solução da Manfing auxilia gestores na tomada de decisão

Para entregar dados qualificados, a plataforma se baseia em informações históricas de compra, big data e outras fontes para tornar a indicação do produto aquilo que o cliente realmente necessita, melhorando o ticket médio da venda e o retorno do consumidor à carteira ativa de negócios. A solução permite que o lojista possa saber a data mais provável de compra de seu cliente e qual produto ele vai escolher antes mesmo dele visitar a loja física ou online, o que permite maior agilidade. 

A coleta dessas informações influencia a decisão de consumo de seus clientes, e faz com que as empresas possam mapear o ciclo de compra desde o início, bem como o potencial de venda e as necessidades de cada consumidor em especifico. Conforme o CTO as empresas, em especial do varejo, possuem um alto grau de dificuldade em conhecer melhor o comportamento de seus clientes – situação que impacta diretamente na performance do negócio.

Volanik observa que esse resultado depende de diversos dados e variáveis, que se bem aproveitados podem gerar informações relevantes e qualificadas para que as empresas tenham condições de oferecer o produto certo no momento mais adequado para cada cliente. A indicação assertiva do produto por parte da empresa pode impactar em até 60% a decisão de compra.

Foco no B2B e na segmentação por tipo de produto

Atualmente a empresa atende clientes B2B, em especial os que possuem loja física e com mais de 10 filiais, dos segmentos de varejo, agronegócio e indústria. No caso do varejo, a empresa em especial, trabalha com redes que comercializam produtos como móveis, eletrodomésticos, calçados e roupas. 

Já no agronegócio, a Manfing atua no mapeamento de venda de insumos agrícolas e fertilizantes, indicando o mix de produtos adequado às necessidades de cada produtor, o que permite a identificação de fatores que possam estar afetando a produtividade da propriedade rural. Com relação à indústria, dentre outros dados, a solução permite que possa ser projetado o faturamento para fins de orçamento, além de indicar quais itens devem ser produzidos com base na demanda histórica. Ele ressalta que a ferramenta elabora relatórios que determinam os padrões de consumo por tipo de produto, gerando leads qualificados para o vendedor. 

Em 2020, mesmo em um ano impactado severamente pela pandemia da Covid 19, as maiores empresas do varejo brasileiro superaram as expectativas e aumentaram sua participação de mercado. Dados da sexta edição do ranking “300 Maiores Empresas do Varejo Brasileiro”, desenvolvido pela Sociedade Brasileira de Varejo e Consumo (SBVC), indicam que a expansão das maiores empresas do setor foi de 9,9% em 2019, praticamente o dobro da alta de 5% do varejo como um todo.

Empresa surgiu em 2019 no Paraná

A empresa surgiu em 2019 na cidade de Toledo, no oeste do Paraná. Naquela ocasião, Volanick, desenvolvedor de softwares, com foco em Python, PHP e MongoDB, se uniu a dois sócios para criação de uma assistente pessoal digital nos mesmo moldes do Google Assistente e da Alexa, da Amazon. 

O empreendedor, que possui experiência em machine learning, extração de dados, correlações e inteligência artificial, juntamente com Sidnei Carlos Terribele, atual COO, e Bruno Potrich, CMO, deu início a um sistema de previsão de vendas para o setor varejista. Sidnei Carlos Terribele é responsável pela parte de processos, produto e negócios da empresa, enquanto que Potrich cuida do marketing, SEO e também mídias sociais.

A experiência do trio nas áreas de tecnologia, marketing e negócios, resultou na criação de uma ferramenta com foco no aumento das vendas, a partir do conceito de inteligência artificial.

Ainda em 2019 a empresa conheceu a VENTIUR e se inscreveu para participar do chamado warm up, que é uma etapa de pré-aceleração. Essa fase de ‘aquecimento’, tem como objetivo aproximar empreendedores e investidores, e pode também proporcionar novas oportunidades de negócios e investimentos para os empreendedores. Ao final desse ciclo, a empresa foi selecionada e recebeu um aporte milionário para tracionar seu negócio e prospectar novos clientes. “A VENTIUR nos ajudou muito naquele momento a validar nosso negócio junto ao setor do varejo”, lembra o CTO. Se tiver interesse em obter mais informações sobre os programas de aceleração e investimento em startups da VENTIUR, pode entrar em contato pelo email [email protected] A VENTIUR é uma das principais aceleradoras de startups do Brasil e está sediada no polo tecnológico da Unisinos, o Tecnosinos, em São Leopoldo/RS.

Plataforma facilita contratação de mão de obra extra para hotéis

Solução criada pela b2b Hotel aproxima trabalhadores autônomos e empresas do setor.

Facilitar o processo de contratação de mão de obra operacional para hotéis e estabelecimentos do segmento de foodservice no País – esse é o objetivo da B2B Hotel, startup do setor hoteleiro que receberá aporte financeiro e aceleração da VENTIUR a partir do segundo semestre. 

O fundador e CEO da empresa, Higino Mandaji, comentou que a B2B Hotel, opera por meio de um aplicativo para dispositivos móveis, o qual realiza toda a gestão, controle e organização do processo de contratação de mão de obra extra e pontual para o segmento de hotelaria e alimentação. Revelou que gestores de hotéis e restaurantes que necessitem de profissionais excedentes em períodos específicos, o que inclui garçons, auxiliares de cozinha e camareiras, podem resolver tudo de maneira simples e funcional, pelo telefone celular mesmo. Ao acessar o aplicativo, o usuário realiza seu cadastro, o qual é validado pela equipe da B2B hotel, e em seguida já fica disponível para utilização. 

Em seguida, o gestor informa quando precisará de um prestador para determinado tipo de atividade. A partir daí a plataforma irá buscar o perfil desejado para desempenhar aquele tipo de tarefa. E em pouco tempo, a empresa recebe a agenda do profissional que poderá atender àquela demanda. “Todo o processo acontece diretamente pelo app, desde o cadastro até o pagamento dos prestadores, sem a necessidade de contato pessoal. Através do aplicativo, qualquer pessoa autorizada no hotel poderá chamar prestadores de serviço 24h por dia”, ressaltou. 

 

Plataforma atua na intermediação entre autônomos e empresas

 

O aplicativo realiza a intermediação desses profissionais autônomos com o mercado hoteleiro, tudo de maneira prática e rápida. Dentro desse contexto, conforme o CEO, a plataforma atua com dois perfis de público: trabalhador autônomo e empresário. No caso do primeiro, o prestador tem liberdade de escolher os horários, bem como realizar o controle online de sua agenda e dos pagamentos, além de ter acesso a treinamentos para sua qualificação profissional. 

Por sua vez, para o empreendedor, a contratação via plataforma garante o agendamento de um profissional qualificado conforme a sua necessidade naquele período, sem burocracia e com total segurança jurídica. Com o objetivo de reduzir o risco de passivo trabalhista em caso de contratações ocasionais, a b2b Hotel é acompanhada por uma assessoria jurídica permanente e o controle de riscos, incluindo um seguro para urgências médicas e odontológicas em caso de necessidade.

Com relação ao futuro do segmento de serviços no Brasil, em especial o de turismo (severamente impactado pela pandemia de Covid 19), Mandaji encara com otimismo o restante do ano e acredita na recuperação. Ele avalia que com a retomada das viagens corporativas e a liberação dos eventos presenciais, a hotelaria deverá voltar à tão esperada normalidade do período pré pandemia. 

Um exemplo disso é a rede hoteleira da serra gaúcha, em especial nas cidades de Gramado e Canela. O Sindicato Patronal da Hotelaria, Restaurantes, Bares, Parques, Museus e Similares da Região das Hortênsias, projeta para os próximos meses a recuperação dos prejuízos causadas pela crise sanitária. Entre os principais motivos para o entusiasmo está a alta temporada causada pelo frio e as mudanças no modelo de distanciamento social implementado pelo governo gaúcho no começo de maio.

O setor do turismo foi um dos mais afetados pelas medidas restritivas de circulação de pessoas e distanciamento social impostas pela pandemia. Estudo da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), aponta que 50 mil estabelecimentos turísticos tiveram de fechar as portas entre março e agosto de 2020 – são hotéis, pousadas, bares, restaurantes, agências de viagens e serviços de transportes, cultura e lazer. Esse número representa o encerramento das atividades para 16,7% do segmento no País.

 

Empresa quer ampliar sua presença na região sul do País 

 

Mandaji ressaltou que com o mercado de turismo em processo de aquecimento novamente, o que inclui novas contratações efetivas, a B2B Hotel passou a atuar também na facilitação do processo seletivo de novos colaboradores do setor. Esse processo inclui a definição do perfil da vaga e a escolha do candidato para determinados estabelecimentos. 

Explicou que a partir da necessidade do cliente, a plataforma, inicialmente, busca o candidato em sua base de dados, mas quando não encontra, divulga a vaga em seus canais de comunicação e também para sua rede de parceiros. “Procuramos o profissional que seja aderente àquela vaga que está sendo oferecida”, pontuou. 

O CEO revelou que os recursos financeiros que a empresa irá receber durante o processo de aceleração permitirão que a startup consiga implementar seu plano de expansão este ano, o que inclui a consolidação da plataforma. “Atualmente estamos presentes em 40 estabelecimentos do setor de serviços, a maioria, hotéis, em cinco cidades brasileiras, mas queremos expandir par outras regiões”, destacou. Além de Curitiba, a startup já atua em Florianópolis (SC), Foz do Iguaçu (PR), Bauru e Ribeirão Preto, estas duas últimas no estado de São Paulo.

A intenção agora é atender empreendimentos em outras cidades com grande apelo turístico, o que inclui Gramado, Canela, Porto Alegre e Caxias do Sul (RS), e ainda o litoral de Santa Catarina. Além do aporte financeiro, durante o período de aceleração da VENTIUR, a B2Botel terá uma agenda intensa de atividades, a qual inclui bootcamps, agendas de acompanhamento e eventos de capacitação com foco no desenvolvimento dos empreendedores e de seu time.

 

E como surgiu a B2B Hotel?

 

A empresa surgiu na cidade de Curitiba (PR) em janeiro do ano passado. Na oportunidade, Mandaji, juntamente com a sócia, Cris Vicentini, ele utilizou sua experiência de mais de 25 anos no setor hoteleiro, para criar uma ferramenta voltada ao atendimento desse segmento. Vicentini também é oriunda do setor hoteleiro, e assim como Mandaji, atuou em estabelecimentos de grandes redes hoteleiras em diversas regiões do País. 

Para criarem a empresa, eles observaram uma demanda desse mercado que é a contratação de mão de obra extra, que muitas vezes era um processo complexo, especialmente para as empresas. “Ao criarmos a plataforma, pensamos em facilitar a gestão dos hotéis, principalmente quando se trata da contratação extra de prestadores de serviço”, comentou o CEO. 

Ele destaca que os hotéis sempre precisam contratar trabalhadores autônomos em função da sazonalidade, pois estes estabelecimentos possuem picos de ocupação em períodos diferentes, em especial nas regiões turísticas. Dessa maneira, a B2B Hotel criou um fluxo de trabalho de mão de obra operacional, atendendo conforme as necessidades das empresas e disponibilidade dos trabalhadores. No entanto, em função da pandemia de Covid 19, que obrigou muitas empresas do segmento de turismo a demitir seus funcionários, a B2B Hotel passou também a atuar no processo de realocação de trabalhadores do setor. “Com a pandemia não tem sido verificada essa sazonalidade, mas após o grande volume de demissões, principalmente em 2020, as empresas que precisaram recontratar esses trabalhadores e estão utilizando nossa solução para apoiá-las”, pontuou Mandaji. 

Ficou interessado em conhecer mais sobre a solução da B2B Hotel? Quer saber mais sobre as funcionalidades da plataforma ou se tornar um parceiro? Então acesse o site, baixe o aplicativo ou siga a empresa nas redes sociais pelo @b2bhotel.

Plataforma oferece mesada digital e educação financeira para jovens

Facilitar o acesso ao sistema bancário para crianças e adolescentes – este é o objetivo da plataforma Yours Bank, startup selecionada no começo de maio para receber o aporte financeiro e aceleração da VENTIUR em parceria com os seus veículos de investimento Hélice e Fundo20. A intenção da empresa, que está em processo de expansão, é chegar ao patamar de 100 mil usuários da plataforma ainda esse ano.

O CEO e um dos fundadores da Yours Bank, Felipe Diesel, comentou que a solução não se trata apenas de um banco digital. Explica que o aplicativo, além de oferecer o primeiro cartão de crédito pré-pago para crianças e adolescentes poderem efetuar compras em lojas físicas ou na internet tanto no Brasil, quanto no exterior, contribui também para o processo de liberdade e autonomia dos mais jovens, tudo isso em uma plataforma de educação financeira. 

Dentro desse contexto, a solução também disponibiliza uma série de conteúdos abordando os principais conceitos desse tema, o que inclui dicas de investimentos e informações sobre mercado de financeiro e bolsa de valores. “Contamos com um aplicativo para pais e filhos, em que os filhos podem utilizar dinheiro enquanto aprendem. Ao criar objetivos, simular investimentos e utilizar o seu próprio cartão para fazer compras, o filho aprende de maneira real como funciona o sistema financeiro”, enfatizou o CEO.

Segundo o empreendedor, a plataforma oferece aos pais a oportunidade de acelerar o amadurecimento de seus filhos, criando neles responsabilidades de uma forma rápida e prática. “Os jovens, mesmo estando desbancarizados, já consomem produtos em diversas plataformas físicas ou virtuais, seja com dinheiro ou utilizando o cartão de familiares. Com a nossa solução estamos oferecendo a eles uma forma de acesso a esses serviços, sempre com a supervisão e consentimento dos pais que, inclusive, podem estipular limites de compras”, observou o CEO. 

Diesel detalhou também algumas vantagens da utilização da plataforma. Para os pais, o app oferece funcionalidades como o pagamento da mesada totalmente de forma digital, bem a possibilidade de efetuar transferências financeiras entre contas e o acesso ao extrato de gastos do seu filho. Em caso de necessidade, o responsável ainda poderá efetuar o bloqueio do cartão via aplicativo. Por sua vez, para os filhos, a solução permite que além de receber a mesada, eles possam aprender a administrar o seu dinheiro, criando metas e economizando valores. Ainda é possível simular investimentos, tudo de forma prática e funcional.

 

Pais têm papel fundamental na educação financeira dos filhos

O CEO comentou também que a educação financeira é algo de extrema importância na vida dos mais jovens, em especial quando o Brasil detém a desconfortável marca de sete em cada 10 pessoas endividadas, de acordo com pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor (Peic), realizada pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC). “A maioria deles (endividados) acima da sua capacidade de pagamento. A família tem dificuldades e a escola não consegue ensinar educação financeira para essa meninada. E esse é o nosso propósito”, ressaltou Diesel.  

Segundo o mesmo estudo, o número de famílias endividadas no País alcançou o recorde histórico em abril deste ano, se igualando ao mesmo nível de agosto de 2020. Tanto as famílias de maior renda quanto as de menor poder aquisitivo ampliaram as dívidas feitas por meio do cartão de crédito, segundo levantamento. Essa modalidade de pagamento atingiu o recorde histórico de 80,9% do total de famílias brasileiras.

A pandemia da Covid 19 que atingiu todo o mundo em 2020, levou a grande maioria da população brasileira a perceber que sua renda é insuficiente para cobrir seu custo de vida. No entanto, as adversidades impostas pela crise sanitária, também inspiraram o brasileiro a pensar mais no futuro, buscando a educação financeira e formas de programar sua aposentadoria, segundo pesquisa do Instituto Locomotiva e da Xpeed

 

E como surgiu a Yours Bank?

A empresa surgiu em 2020, na cidade de Santa Rosa, na região Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul. Na oportunidade, Diesel e o sócio, Willian Santos, ambos com passagem por empresas dos setores financeiros e de serviços, apostou na criação de um plataforma voltada à educação financeira de crianças e adolescentes. A versão beta do aplicativo foi apresentada aos primeiros usuários em novembro, com a proposta de oferecer aos pais a possibilidade de disponibilizarem aos filhos um cartão pré-pago, onde por meio deste poderiam receber sua mesada e efetuarem compras.

A iniciativa fez tanto sucesso que pouco mais de dois meses após seu lançamento, no final de janeiro deste ano, a empresa já havia conseguindo duplicar o número de usuários da plataforma, em especial aqueles da faixa etária entre 12 e 15 anos. A Yours Bank seguiu registrando crescimento nos meses seguintes, e em março, foi uma das startups selecionadas pela VENTIUR para a etapa de Warmup – que é uma etapa de pré-aceleração – do processo de seleção do #GoHard. No mês seguinte, a empresa foi selecionada para fazer parte do portfólio de startups da Aceleradora.

E os aportes financeiros que a empresa irá receber durante o processo de aceleração já têm destino certo. O CEO revelou que os recursos permitirão que a startup consiga implementar seu plano de expansão em 2021, o que inclui a consolidação da plataforma, e a ampliação de sua base de usuários, que hoje está na faixa de sete mil. Deste montante, cerca de 20% são clientes ativos. 

“Vamos fazer o reposicionamento de marca com foco ainda no público jovem, fortalecendo nossas ações de marketing e vendas para atração de novos clientes”, revelou o empreendedor. E então, ficou interessado na solução da empresa? Quer saber mais sobre a Yoursbank? Então acesse o site, fale com um dos especialistas, ou siga a empresa nas redes sociais pelo @yoursbank

 

Processo de aceleração irá contribuir para alavancar negócio

O CEO destacou que o processo de aceleração da VENTIUR servirá para que a empresa possa alavancar seu crescimento no mercado. Durante o período de aceleração, a Yoursbank terá uma agenda intensa de atividades, a qual inclui uma série de bootcamps, reuniões de acompanhamento e eventos de capacitação com foco no desenvolvimento dos empreendedores e seu time. 

Tais atividades envolvem palestras para transferência de conhecimento e workshops com exercícios práticos, onde devem ser trabalhados diversos temas, como liderança, marketing, vendas, direito, captação de recursos, dentre outros. Nessa fase a equipe da Yoursbank terá também o acompanhamento da aceleradora e de seus mentores, e também do gestor de aceleração. 

A VENTIUR é uma das principais aceleradoras de startups do Brasil e está sediada no polo tecnológico da Unisinos, o Tecnosinos, em São Leopoldo/RS. Quem tiver interesse em obter mais informações sobre os programas de aceleração e investimento em startups da VENTIUR, pode entrar em contato pelo email [email protected].

 

Ciclano é a nova startup investida pelo grupo Alpha One da Ventiur

Fundo de investimentos confirma seleção de nova startup

  A Ciclano é uma startup que criou um ecossistema de soluções em streaming para atender qualquer nicho ou segmento de negócio. Através de sua plataforma é possível fazer qualquer tipo transmissão via streaming, ao vivo ou on-demand, além de contar com recursos de marketing em vídeo.

  A startup participou da campanha Procuramos sua startup para investir! da Ventiur, e foi escolhida para compor o portfólio da aceleradora. Durante o processo de aceleração, a Ciclano receberá investimento do grupo Alpha One, e mentoria de Luciano Weber, CEO da empresa Device, além do apoio de toda equipe da Ventiur.

ciclano

Sobre a startup:

  A proposta da startup é disponibilizar aos clientes em um único serviço todos os recursos até então direcionados apenas para grandes players, como proteção de vídeos contra pirataria, captura de leads para marketing e interação entre espectador e o vídeo gravado, sistema integrado de anúncios, gravação, conversão e edição automática de vídeos, além de diversos outros recursos utilizados por grandes redes.

 Com centenas de clientes pelo mundo, e atendendo grandes marcas como Mormaii, Rabusch, Uatt e outras, a plataforma reúne recursos inovadores e possui um algoritmo avançado que é um facilitador para seus usuários, reduzindo o tempo com manutenção, gestão e distribuição de áudio e vídeo.

  O CEO da Ciclano, Maurício Castro, resume a plataforma da seguinte maneira, “somos o Vimeo Brasileiro, com recursos adicionais de Wistia, UStream e nossa expertise de 15 anos transformada em aplicações. Então, você terá a base dos recursos disponíveis na plataforma da Ciclano com alguns diferenciais que irão gerar valor ao seu negócio. Queremos nos tornar a maior referência Global em soluções de Streaming”.

  No ano de 2015, aos três meses de existência, visando o mercado global a Startup firmou contrato com um dos maiores players da indústria do streaming, a Wowza Media System. E em novembro do mesmo ano foi destaque no Web Summit, um dos maiores eventos de Tecnologia do Mundo, realizado em Dublin na Irlanda, onde foi considerada o “Unicórnio do Streaming” pela imprensa europeia, indicando o seu grande potencial de crescimento.

LEIA TAMBÉM ESSES ASSUNTOS RELACIONADOS…

O AMOR É SIMPLES PASSA A COMPOR PORTFÓLIO DA VENTIUR

SHOPTUTOR É A PRIMEIRA STARTUP INVESTIDA PELO NOVO FUNDO DE INVESTIMENTOS DA VENTIUR

A EMPRESA DO FUTURO PENSA SOZINHA

O Amor é Simples passa a compor o portfólio da Ventiur

Startup é acelerada e investida pelo grupo de investidores Alpha One

  Com a missão de vender vestidos de noiva a preços justos, O Amor é Simples é pioneira no mercado de casamentos do país. Após operar por dois anos e ver seu crescimento dobrar no primeiro semestre de 2016, a marca passa a compor o portfólio da Ventiur.

  O Amor é Simples foi uma das mais de 50 startups inscritas na campanha Procuramos sua startup para investir! da Ventiur, e após se apresentar no PITCH #1 e se reapresentar no PITCH #4 foi selecionada (para ser acelerada e investida) pelo grupo de investidores da aceleradora. Neste processo, a startup receberá a mentoria da presidente do BADESUL, Susasa Kakuta. Na semana passada, o grupo Alpha One anunciou o investimento em sua primeira startup, confira aqui.

 

 lais_ribeiro__do_o_amor_e_simples__credito_arquivo_pessoal-545546

Sobre O Amor é Simples

 A partir de um problema em comum, as amigas Janaína Pasin, Laís Ribeiro e Natalia Pegoraro perceberam que havia um grande público feminino que buscava, assim como elas, vestidos de noiva não tradicionais. Foi então que o projeto o Amor é Simples nasceu como uma solução, com o propósito de atender a esse nicho de consumidoras.

  Desde 2014, o e-commerce tem se destacado por oferecer vestidos bonitos, elegantes, com modelagens simples a preços justos. A iniciativa tem foco na simplicidade, além de incentivar a mão de obra brasileira e a produção artesanal.

  Os modelos são pensados para atender às mais variadas cerimônias de casamento: do campo à praia, passando pelo cartório até celebrações convencionais. No site, os valores vão de R$ 309,90 a R$ 1.229,90 e a produção é sob demanda.

Shoptutor é a primeira startup investida pelo novo fundo de investimentos da Ventiur

Aceleradora confirma o nome da primeira acelerada investida pelo seu grupo de investidores Alpha One

  O Shoptutor é uma plataforma que conecta pessoas e produtos, ajudando-as a comprar melhor e de forma mais prática. Isso significa escolher melhor, utilizando informações precisas em experiências personalizadas. A solução proposta pela startup é com esse objetivo. Por meio de um algoritmo próprio, o assistente Shoptutor recomenda o produto que tem a maior afinidade com o consumidor. A empresa fez seu kick-off no início de junho e segue em processo de aceleração nos próximo seis (6) meses.

shoptutor-mobile

Conheça melhor a startup:

 A experiência do Shoptutor está centralizada em um assistente virtual para escolher e comprar eletrônicos. Esta proposta cria uma mudança importante no processo de compra de produtos, pois oferece facilidade para que qualquer consumidor possa fazer uma boa escolha. O consumidor que procura um notebook, por exemplo, informa seus interesses e desejos e o assistente Shoptutor sugere o modelo exato que tem a maior afinidade com a sua demanda. Assim, o consumidor consegue entender como a sua necessidade se relaciona com os produtos disponíveis, comparando modelos e ofertas dos principais e-commerces brasileiros. “O mais difícil para o consumidor é sentir segurança de que o produto escolhido vai atender a sua necessidade”, explica o Founder e CEO Marcos Beghahn a respeito do desenvolvimento da solução.

  Ver cada um satisfeito com suas escolhas e seus produtos é o que move a empresa. A ideia da startup veio após semanas de exaustão, do fundador da Shoptutor Marcos, na hora de comprar uma TV. Acreditando que o processo de escolha poderia ser mais prático, inteligente e eficiente, iniciou a criação do algoritmo de recomendação: “Geralmente, escolher um eletrônico novo gera muita confusão: são muitas as opções disponíveis no mercado e as características técnicas são difíceis de entender e comparar.” Idealizada no final de 2014 e implementada no final de 2015, a Shoptutor foi umas das startups destaques do programa Startup RS/2015, do Sebrae-RS, e do programa de pré-aceleração Warmup/2015, da Ventiur.

Lista oficial das selecionadas para RE-APRESENTAÇÃO aos investidores e seleção final para investimento do quarto ciclo!

 

Por Priscilla Mella.

A ÚLTIMA etapa para escolha das startups que integrarão o time de aceleradas pelo fundo de investimentos Alpha One, da Ventiur, está chegando. Ao longo de dois meses, entre processo de inscrições e chamadas para apresentações, os investidores tiveram a oportunidade de conhecer 23 novos negócios, entre inúmeros inscritos, para completar a grade de investidas deste ciclo. A campanha Procuramos sua startup para investir! (relembre-aqui) buscava, via inscrições no fundacity da aceleradora, 4 startups para se juntar a já selecionada para investimento do grupo, antes da abertura aos empreendedores, Shoptutor.

pitch#4

 

O evento iniciará às 13h30, dentro do Auditório Central da Unitec – Tecnosinos, nesta sexta-feira (1º/07), é aberto ao público geral e terá a re-apresentação das startups que tiveram destaque aos olhos dos investidores presentes nas sessões de avaliação. Monetização, modelo de negócio, inovação e equipe são alguns dos tópicos que serviram de norte para decisão final e que foram considerados pelos investidores presentes na hora de selecionar as startups abaixo.

Conheça as DOZE SELECIONADAS para o PITCH #4, evento de re-apresentação do pitch de cinco minutos e que terá dez minutos de inquisição do grupo ALPHA ONE de investidores da Ventiur – para fechar o grupo de starups aceleradas deste quarto ciclo.  Por ordem alfabética:

PARABÉNS STARTUPS!

   Agora, mais do que nunca, suas apresentações serão vistas sob olhares críticos. Vocês já mostraram que tem ótimos negócios e que são inovadores em seu segmentos e por isso estão perto de obter um aporte financeiro com suporte de uma das principais aceleradoras do país. Boa sorte e #GOHARD!

 

LEIA TAMBÉM…

CONHEÇA OS SELECIONADOS PELA TERCEIRA TRIAGEM

CONHEÇA OS SELECIONADOS PELA SEGUNDA TRIAGEM

CONHEÇA OS SELECIONADOS PELA PRIMEIRA TRIAGEM

ENTENDA A BUSCA POR STARTUPS

VENTIUR E CAV17 LANÇAM FUNDO DE INVESTIMENTO NA BAHIA

DEALMATCH E VENTIUR FAZEM PARCERIA

OFICINA DE DESIGN THINKING – PROJETO ENCADEAMENTO PRODUTIVO SEBRAE/RS E IBM

SAP INNOMARATHON INICIA DENTRO DO SAP STARTUP FOCUS FORUM BRAZIL

 

 

 

Aclamadas pela comunidade científica, as Deep Techs estão sob o mesmo guarda-chuva de empresas criadas a partir de disrupções em áreas como biotecnologia, engenharia e arquitetura de dados, genética, matemática, ciência da computação, robótica, química, física e tecnologias mais sofisticadas e profundas. São startups que propõem inovações significativas para enfrentar grandes problemas que afetam o mundo.

 

Por mais que tentar chegar a uma definição possa parecer um exercício bastante ousado, quando falamos de uma área de tamanho conhecimento e aplicação, negócios que se enquadram dentro deste conceito, tratamos de soluções com alto valor agregado, que irão impactar positivamente não só um grupo determinado específico de pessoas, mas que podem mudar o mundo.

 

Para fomentar ainda mais o setor e auxiliar nesse crescimento, o Delta Capital abriu inscrições para selecionar Deep Techs. A chamada inicia dia 22/11 e vai até 10/12, não perca tempo e inscreva-se aqui!

 

 Em breve conheceremos as iniciativas selecionadas.