O aplicativo que auxilia pessoas e empresas a solicitar e conceder crédito para adesão de novos produtos e serviços, o EasyCrédito, está ampliando sua praça de atendimento e chega à Porto Alegre. Com o apoio da Ventiur, que acelera a startup, e uma equipe que pretende bater o R$ 1.000 em operação de crédito, a empresa de Goiás não escolheu a capital por acaso.

 

LEIA TAMBÉM ESSES ASSUNTOS RELACIONADOS:

EASYCRÉDITO E QUANTOGASTEI PARTICIPAM DA MAIOR FEIRA DE TECNOLOGIA  PARA MERCADO FINANCEIRO DA AMÉRICA LATINA

CONHEÇA A EMPRESA QUE ESTÁ MUDANDO O RUMO DA MEDICINA NO BRASIL

4 FILMES NACIONAIS PARA INSPIRAR SEU LADO EMPREENDEDOR

 

A filial conta com o mesmo sistema funcionamento, mas destinado as lojas e empresas da cidade rio-grandense. A escolha, segundo sócio fundador do EasyCrédito, Marcos Ramos, teve motivação forte: “A praça é semelhante a Goiânia, o desenvolvimento de crescimento e número de usuários e empresas que disponibilizam essa linha são similares; nos sentimos à vontade para iniciar o processo de expansão com uma equipe comercial independente aqui (Rio Grande do Sul)”. Em fase de implantação no sul, o EasyCrédito foca na inserção de empresas com carnês e/ou cartões próprios com o intuito de integrar economicamente o nicho populacional não ativo ou não bancarizado – essa fatia do mercado chega a quase 50%.

Para o usuário a facilidade para obtenção de crédito, o tempo ganho evitando as filas de espera e o constrangimento de um crédito negado já seriam ótimos motivos para a grande receptividade na região, mas os benefícios vão além. As empresas ganham em disposição de mão de obra e em marketing qualificado, a ferramenta usa seu sistema inteligente para selecionar perfis que se encaixam nas regras de crédito de cada empresa e, assim, validam possíveis clientes e seus limites pré-aprovados. Até para destinar produtos e promoções da loja fica mais fácil e assertivo.

money

Em abril, com apenas um mês de funcionamento do aplicativo, o EasyCrédito já havia registrado mais de um milhão de reais em operações de crédito e para fazer a solicitação de crédito a empresa tem que estar cadastrada no sistema. A perspectiva é que até agosto o número de usuários chegue a 25 mil, limitando apenas para Goiás, com o andamento da inserção local, a previsão é que o número supere as expectativas.